Estratégias de Marketing para Marketplace

Por: Luis Ribeiro . Publicado em:15/03/2018

Marketplace

Quais as Estratégias de Marketing para Marketplace?

Às vezes, quem empreende não sabe quais são as melhores estratégias de marketing para marketplace, para atrair clientes. Além disso, muitos não sabem como executar uma estratégia de marketing, ou seja, sair da teoria e colocar em prática.

E, essa é uma das principais tarefas na qual um empreendedor deve se concentrar. Afinal, atrair compradores é essencial para que um Marketplace funcione, agregando valor aos vendedores.

Por isso, neste artigo vamos compartilhar algumas estratégias de marketing para marketplace. E, vamos explicar como colocá-las em prática, para atrair clientes e aumentar as chances de sucesso da sua plataforma.

1. Networking

Uma das principais estratégias de marketing é o Networking. Ou seja, a capacidade de usar a sua própria rede de contatos para atrair os primeiros clientes.

Vamos fazer uma reflexão: quantos amigos você tem no Facebook? De quantos grupos de Facebook você participa? Quantos contatos você tem no seu celular? De quantos grupos de WhatsApp você participa? Quantos contatos você tem no seu Gmail? Com quantos amigos, família e colegas você interage pessoalmente toda a semana? Quais são os grupos de networking da sua cidade? Onde eles se encontram e com qual frequência?

Acredito que a sua cidade tenha uma associação comercial ou um grupo de empresários do seu nicho de mercado. Ou, ainda, uma unidade do SEBRAE que organiza encontros de empreendedores.

Agora, reúna todos os canais que citei acima e some a quantidade de pessoas que você pode ativar. Depois, faça um planejamento de ações. Por exemplo, elabore um texto, faça uma arte e compartilhe com os seus contatos. Também prepare um pitch de vendas e vá presencialmente aos eventos divulgar seu marketplace para possíveis clientes.

Garanto que, se você se esforçar, conseguirá atrair um número significativo de visitantes para a sua plataforma.

2. Indicação de Clientes

Agora que você já ativou o seu networking, terá conquistado os primeiros clientes. Então, verifique se eles ficaram satisfeitos com a sua plataforma de marketplace. Se sim, utilize a estratégia conhecida como “pé de galinha”. Ela consiste em: peça para cada cliente satisfeito recomendar mais 3 possíveis clientes com perfil semelhante ao dele.

Isso porque a indicação de clientes é uma das melhores estratégias de marketing. Com ela, você diminuirá o esforço para adquirir novos consumidores. Afinal, atrair um cliente via recomendação é muito mais fácil. E, o melhor é que essa ação não envolve praticamente nenhum custo.

Resumindo, continue fazendo um bom trabalho de cadastrar apenas vendedores e prestadores de serviço qualificados, e mantenha seus clientes satisfeitos. Essa técnica será uma máquina de adquirir clientes.

3. Eventos

Participar de eventos é mais uma das estratégias de marketing. Por exemplo, você pode expor seu marketplace ou apenas participar como visitante em feiras e palestras. Assim, é possível fazer networking com possíveis clientes.

Além disso, se você tem alguma experiência específica da sua área de atuação, e tem boa didática, pode ser palestrante em eventos. Isso contribui para você ser reconhecido como autoridade no assunto e divulgar seu marketplace. Ainda, muitas vezes os palestrantes podem enviar um e-mail marketing aos participantes após o evento.

Outra possibilidade é você organizar seu próprio evento. Para isso, é interessante contar com um parceiro que já seja reconhecido no seu segmento de mercado. Pode ser uma empresa, um profissional ou um influenciador.

Os eventos são estratégias de marketing que geram referência. Isto é, você gera confiança, por meio de outra empresa já conhecida pelo seu público. Porém, é essencial ter conteúdo relevante para compartilhar. E, use com bom senso os contatos que adquirir no evento, sem enviar spam.

4. SEO e Marketing de Conteúdo

Basicamente, o SEO e o Marketing de Conteúdo envolvem a capacidade do seu marketplace aparecer nas primeiras posições da busca do Google. A grande vantagem é que quando a sua plataforma está bem posicionada, você recebe mais visitantes e possíveis clientes.

Preparamos abaixo um passo a passo, para você começar a atrair visitantes usando uma estratégia de Marketing de Conteúdo.

Crie um Blog

Para criar um blog, você pode usar o WordPress, que é gratuito. Mas, terá que contratar uma hospedagem e ter alguns conhecimentos técnicos para configurá-lo. Assim, é possível aprender sozinho ou contratar uma agência de marketing digital.

Outra solução é usar uma estrutura de blog mais simples que o WordPress, como o Wix ou o Medium. No Medium você pode só criar um perfil e já começar a publicar artigos. Contudo, há menos possibilidades de personalização e o blog não fica no domínio da sua plataforma.

Defina as Palavras-Chave

Para ter sucesso nas suas estratégias de marketing, principalmente no SEO, você precisa entender o que seu possível cliente deseja. Nesse caso, saiba o que eles estão procurando no Google e qual o volume dessas buscas. 

Para isso, crie uma conta no Google Adwords e use o Google Keyword Planner. Essa ferramenta te ajudará a ter ideias de palavras-chave focadas no seu público-alvo. Por enquanto, o objetivo é apenas ter ideias, e não anunciar no Google Adwords. Mas, você pode ver essa aula gratuita sobre Google Adwords para entender mais sobre os anúncios.

Escreva seu Conteúdo

Você mesmo pode criar seus artigos do blog com base nas palavras-chave que definiu. Uma dica é buscar outros blogs do seu segmento e se inspirar nos textos deles. Ou, você pode contratar algum profissional ou agência especializado em marketing de conteúdo.

Além de artigos, você pode criar e-books, infográficos e vídeos. Também, é possível distribuí-los não só no seu blog, mas via e-mail marketing e nas redes sociais.

Converta Leads

É muito importante ter alguma ferramenta que convide seus leitores a se inscreverem para receber conteúdo via e-mail. Você pode usar o MailChimp para isso. Dessa forma, estará convertendo visitantes em potenciais clientes (conhecidos como leads).

Em suma, aos poucos você se tornará uma autoridade no assunto e conseguirá atrair cada vez mais visitantes e clientes.

5. E-mail Marketing

Se você já seguiu as dicas anteriores, agora deve ter informações de contato de possíveis clientes. Por exemplo, nome, e-mail e telefone. Então, você já tem o necessário para investir em e-mail marketing.

O primeiro passo é fazer uma lista de e-mails e escolher uma ferramenta de envio. Aliás, o MailChimp oferece planos gratuitos. Nos envios, algumas dicas são divulgar artigos do blog, promoções e depoimentos de clientes. 

Por mais que você ache o e-mail ultrapassado, ele ainda é a fonte mais confiável para se comunicar com seus clientes. Ainda, possui ótimas taxas de conversão. 

Mas, claro, use com moderação. Afinal, enviar uma quantidade exagerada de e-mails pode levar à descadastros. Minha dica é disparar um e-mail por semana, com conteúdo simples e objetivo.

6. Redes Sociais (Facebook, Instagram e YouTube)

As redes sociais podem ser uma das melhores estratégias de marketing para marketplace. Porém, os resultados são de médio a longo prazo. Isso porque construir uma audiência orgânica (ou seja, sem investir em anúncios pagos) leva tempo.

Por isso, faça um planejamento com pelo menos 3 posts por semana. E, sugiro que use no mínimo o Facebook e o Instagram. Vale destacar que cada rede tem uma linguagem. Por exemplo, o Instagram exige fotos atrativas e o Facebook, textos curtos.

Outra sugestão é investir no Youtube, fazendo vídeos simples com conteúdo relevante. Tudo isso irá te ajudar a se tornar autoridade no assunto na visão dos seus clientes. 

O mais importante é postar conteúdo relevante para o público, e relacionado ao seu negócio. Pode parecer uma dica básica, mas muita gente não faz isso. Há páginas que apenas postam frases ou compartilham posts de outros perfis.

Resumindo, não adianta aumentar curtidas ou seguidores. O essencial é medir se as redes sociais estão trazendo mais clientes para sua plataforma. Por isso, foque em colocar links que direcionam o público a baixar algum material seu. Ou então, a acessar seu marketplace ou ler seu blog. Para mensurar esses dados, uma sugestão é usar o Google Analytics.

7. Mídia Paga (Google Adwords e Facebook Ads)

Apesar de parecer um canal muito atraente, a mídia paga não deve ser sua única estratégia de marketing. Além disso, investir muito dinheiro nela não é garantia de conquistar diversos clientes. O importante é você descobrir qual canal funciona melhor. 

Meu conselho é começar testando. E, para isso, você pode investir inicialmente de R$100 a R$300 por mês. Ainda, você deve saber quantos cliques e clientes são gerados a partir do valor investido. Isso permite que você tenha clareza do seu funil de vendas. Assim, saberá o custo de aquisição (CAC) de cada cliente. 

Por exemplo, se você investir R$300 no Google Adwords e isso gerar 30 cliques, o seu custo por clique (CPC) é de R$10. Desses 30 cliques, digamos que 50% convertem em cadastros, que seriam 15 usuários. E, dentre eles, 80% efetivamente compram, resultando em 12 vendas. Seu custo final de aquisição de cada cliente é R$25.

Para saber se esse custo vale a pena, é preciso considerar o ticket médio das vendas. E, o tempo de vida do cliente. Isto é, quantas vezes e em quanto tempo ele volta a comprar.

Como sugestão, você pode testar o Google Adwords para adquirir clientes de forma mais direta. Nele, é possível criar anúncios que levam o visitante à uma página de compra. Caso tenha dúvidas sobre como criar uma campanha de Google Adwords, assista essa aula gratuita.

Já o Facebook e Instagram Ads, geralmente funcionam como um canal para adquirir leads de topo de funil. Isso porque o público das redes sociais normalmente prefere conhecer melhor a marca, antes de fazer uma compra.

Dessa forma, pode valer a pena criar campanhas nas redes sociais que levem o visitante ao seu blog. Lá eles podem baixar algum material e se tornarem leads. Após isso, você pode divulgar ofertas a eles via e-mail marketing. Caso não saiba como criar uma campanha no Facebook Ads, veja essa aula gratuita aqui.

Conclusão

Neste artigo, você conheceu como aplicar estratégias de marketing para marketplace. Mas, você deve estar se perguntando: como descobrir o melhor canal? A resposta é simples: testando.

Ou seja, você como empreendedor(a), não deve só planejar e delegar as ações. É importante que você mesmo execute e teste as estratégias de marketing. Assim, é possível aprender na prática qual canal funciona melhor. 

Por fim, a última dica que dou é: teste cada canal na ordem deste artigo. Dessa maneira, você inicia do mais manual e econômico até o mais automatizado e custoso. Além disso, é preciso lembrar que não há estratégia perfeita. Todas elas se complementam.

Ficou alguma dúvida, ou precisa de ajuda para lançar o seu próprio Marketplace? Marque uma consultoria gratuita com a nossa equipe.

consultoria gratuita sobre marketplace wordpress ou magento
Luis Ribeiro

Publicado por:

Luis Ribeiro

Veja também

Acompanhe nossos materiais e conteúdos, para aprender tudo sobre como criar seu próprio marketplace de nicho, seja para escalar sua empresa ou monetizar sua base de vendedores e clientes.