Como aumentar o faturamento da sua empresa indicando parceiros para seus clientes

Por: Luis Ribeiro . Publicado em:08/11/2018

Marketplace

Se você é empresário ou trabalha em algum cargo de marketing ou atendimento ao cliente, provavelmente já deve ter escutado dos seus clientes a seguinte demanda: preciso do serviço X, tem alguém para me indicar?

Isso é muito comum em diversos segmentos de negócios, mas principalmente se você é uma empresa que presta algum tipo específico de serviço. Como a tendência é as empresas se especializarem em fazer algum serviço muito bem, fica difícil atender todas as demandas que os seus clientes tem necessidade. E por isso é comum você acabar indicando parceiros ou empresas complementares à sua.

Outra questão é que a indicação é baseada na confiança. Se você atende muito bem o seu cliente, é natural que ele irá buscar indicações de outros prestadores de serviços com você, pois a probabilidade de você conhecer empresas ou profissionais tão bons quanto você, é alta.

E ainda nesse ponto, quando você indicar um parceiro, a probabilidade dele fechar negócio com o seu cliente é muito mais alta. É comprovado que Leads (potenciais clientes) que vem através de indicação de um parceiro, tem as melhores taxas de conversão de clientes do mercado. Então se tem uma fonte de clientes que toda a empresa de prestação de serviços gostaria de ter, de forma recorrente e previsível, é a de indicação.

Ok, mas o que isso tem a ver com aumentar a receita do meu negócio? Tudo! Pois é comum fazermos indicações de clientes para parceiros ou outras empresas do mercado que conhecemos e não ganhar nada com isso, pois é complicado cobrar uma comissão sobre o negócio fechado, ou cobrar por Lead indicado.

Muitas vezes é difícil controlar essas indicações, saber se realmente geraram negócios, colocar um preço nesse Lead, e até mesmo ter preferência por indicar apenas um parceiro que te paga uma comissão, e seu cliente perder a oportunidade de escolher e comparar outras propostas, pois nem sempre quem te paga a comissão é a melhor opção ou a mais acessível para o seu cliente.

Agora imagine resolver todos esses problemas usando uma plataforma online, que permite escalar e monetizar as indicações que você faz para a sua base de clientes. E sendo uma plataforma tecnológica, permite ter todo o controle dessas indicações que você faz e ainda cadastrar diversos parceiros e prestadores de serviços qualificados para que seu cliente compare as opções. Imaginou?

Essa plataforma se chama Marketplace de Serviços, e você pode implantar na sua empresa de forma simples e fácil. Leia até o final e entenda como essa estratégia pode aumentar o faturamento da sua empresa.

Como um Marketplace de Serviços funciona?

Se você tem uma grande base de clientes, ou tem a possibilidade de acessar facilmente uma base de potenciais clientes de um nicho específico de mercado, e por outro lado também conhece fornecedores, prestadores de serviços, parceiros, que podem atender a demanda desses potenciais clientes, você já tem o necessário para criar o seu próprio Marketplace, e fazer dinheiro com isso.

Muitas vezes fazemos essa conexão entre oferta (prestadores de serviços) e demanda (potenciais clientes) de maneira informal e desorganizada, sem cobrar nada de ninguém.

Um Marketplace de Serviços é basicamente uma plataforma online que permite automatizar e escalar essas indicações.

Nessa plataforma, cada profissional ou empresa de prestação de serviços, tem o seu perfil, seu portfólio de serviços, avaliações de outros clientes e todas as informações necessárias para que o cliente se interesse em solicitar um orçamento desse fornecedor.

E do outro lado, o cliente final pode pedir orçamento de um ou vários fornecedores ao mesmo tempo, buscar os melhores conforme avaliações, localização e outras características, e ainda comparar as propostas recebidas, decidir pela melhor proposta e fazer a contratação online.

Por último, após o serviço fechado e pago pela plataforma, o pagamento pode ficar em garantia, sendo repassado para o prestador de serviços somente após a execução do serviço contratado. Dessa forma, você garante para o cliente que ele irá receber o quê contratou, e evita o famoso ByPass, onde o cliente poderia pagar por fora da plataforma, mas dessa maneira acaba não fazendo pois é muito mais seguro que ele pague pela plataforma por conta da garantia do recebimento, ou o dinheiro dele de volta em caso de problemas.

Esse é o mesmo modelo de negócios utilizado pelo Uber, Airbnb, e outros Marketplaces de Serviços gigantes no mercado, e que pode ser implantado facilmente no seu negócio.

Caso tenha interesse em saber mais como funciona essa plataforma de Marketplace de Serviços, veja a demonstração abaixo.

botao-demonstracao-min


Como monetizar as indicações dos parceiros?

Agora que você já sabe como funciona um Marketplace de Serviços, o próximo passo é você ativar a sua rede de parceiros, e convidá-los a participar dessa plataforma, onde eles poderão aumentar a quantidade de clientes e receber suas indicações de forma organizada.

Com os parceiros cadastrados, sua responsabilidade passa a ser a atração de potenciais clientes para a plataforma. Você pode usar a lista de clientes que já tem, ou acessar bases de potenciais clientes através de diversos canais de prospecção ativa ou estratégias de marketing digital.

Tendo a oferta e demanda, as conexões entre clientes e prestadores de serviços vão começar a acontecer pela sua plataforma de Marketplace, e nesse ponto, você pode monetizar as indicações de forma online, das seguintes maneiras abaixo:

Comissão por Transação: Quando um negócio for fechado pela sua plataforma, é possível habilitar um Gateway de Pagamento com Split, para permitir que o comprador pague online o serviço negociado, e nesse ponto, você como dono do Marketplace, possa cobrar um percentual de comissão. Esse é o modelo de monetização mais utilizado, pois o seu parceiro não tem nenhum custo fixo e só compartilha uma comissão se realmente vender pela plataforma.

Venda de Leads: Por cada novo potencial cliente (Lead) que você entregar para o seu prestador de serviços cadastrado no Marketplace, você pode cobrar um valor para que o parceiro habilite o contato e envie uma proposta. Normalmente é um valor entre R$9 e R$199, variando muito conforme o mercado e o potencial de receita que o seu parceiro terá ao vender efetivamente para o Lead. Mas o ponto aqui é que todo o Lead qualificado tem um preço no mercado, e quanto mais alta a taxa de conversão e ticket médio, mais ele vale, e você pode cobrar esse valor por contato que entregar ao seu parceiro. Esse modelo é comum em mercados B2B com ticket médio alto, em que as partes fazem o pagamento necessariamente por fora da plataforma.

Mensalidade do Vendedor: Para entregar Leads Ilimitados para o seu parceiro, e ainda oferecer uma ferramenta de marketing digital, onde seu prestador de serviços pode expor o perfil dele online, cadastrar seu portfólio, ter as avaliações dos seus serviços e gerenciar seus orçamentos, negócios fechados, métricas, e por último ter exposição em campanhas de e-mail marketing e redes sociais, você pode cobrar uma mensalidade para entregar todos esses serviços através do seu Marketplace.

O interessante de criar o seu próprio Marketplace de Serviços usando uma plataforma completa como a do Ideia no Ar, é que você pode combinar os modelos de receita, e monetizar conforme o seu mercado se adaptar melhor.

Caso queira saber como a sua empresa pode implantar uma estratégia de marketplace e adicionar novas formas de faturamento, você pode agendar uma conversa com um dos nossos especialistas clicando aqui.

Conclusão

A indicação de profissionais e empresas de pequeno de serviços sempre aconteceu e vai continuar acontecendo. E você pode ter um ativo muito grande na sua empresa, seja porque tem muitos clientes ou já indica muitos parceiros, mas não sabia ainda como organizar e monetizar essas indicações.

Agora você já entendeu que é possível automatizar essas indicações de forma simples e fácil, usando uma plataforma pronta de Marketplace de Serviços.

Então caso você esteja buscando inovar e incluir novos modelos de negócios na sua empresa, e veja que a sua empresa pode se beneficiar desse tipo de estratégia, marque uma conversa com o Ideia no Ar, que podemos entender melhor como te ajudar.

Luis Ribeiro

Publicado por:

Luis Ribeiro

Veja também

Acompanhe nossos materiais e conteúdos, para aprender tudo sobre como criar seu próprio marketplace de nicho, seja para escalar sua empresa ou monetizar sua base de vendedores e clientes.