Porque Expandir meu Negócio Físico para um Negócio Digital?

Por: Luis Ribeiro . Publicado em:09/05/2018

Negócio digital

Quando falamos de um negócio digital, muitos empreendedores e empresários mais tradicionais pensam que é apenas fazer o marketing digital da sua empresa física para atrair novos clientes.

Mas na realidade, um negócio digital significa muito mais do que ter um site e atrair novos clientes pelo Google e Facebook.

O significado de um Negócio Digital, é criar uma empresa baseada em tecnologia, a qual você usa a internet para agregar valor para os seus clientes, sem depender de uma estrutura física para isso. Esse tipo de negócio também é conhecido como Startup, que é um termo muito falado recentemente no Brasil.

A comparação é a seguinte: se você tem uma loja física de varejo, que vende produtos para o consumidor final, essa loja tem um aluguel, e funcionários para atender quem passa na frente da loja e entra para conhecer, correto? Essa mesma loja poderia ser um negócio digital, usando uma plataforma de E-commerce, que não está restrito há apenas um lugar específico na cidade, podendo atrair clientes que navegam em toda a internet.

Perfeito, você já conhece como funciona um E-commerce, que é uma loja virtual. Mas ainda nesse exemplo, pense em um empresário que busca expandir seu negócio, e ao invés de abrir uma nova loja, ele decide montar um Shopping inteiro, onde pode alugar seu espaço para diversos lojistas venderem no mesmo lugar e ele ainda ganhar uma porcentagem sobre cada venda. Não seria muito melhor ser dono de um Shopping?

Pois é, esse mesmo modelo de um Shopping físico também existe como um Shopping Virtual, sendo totalmente um negócio digital, e ele é chamado de Marketplace. Um lugar único em que diversos lojistas e vendedores se reúnem online para anunciar seus produtos ou serviços, para vender ao cliente final.

Agora me diga: ser dono de um shopping físico já seria lucrativo correto? Imagine o potencial de ser dono de um Shopping Virtual. Realmente é um negócio digital lucrativo, e por isso empresas como Mercado Livre (Marketplace de Produtos) e Uber (Marketplace de Serviços) são extremamente valiosas no mercado.

Então se você está empreendendo uma loja física, ou trabalha como representante comercial de forma autônoma, ou até mesmo é prestador de serviços/profissional liberal, e busca expandir o seu negócio, nesse texto você vai entender as diferenças de fazer essa expansão fisicamente ou criando um negócio digital e exponencial.

.


.

Expansão de Negócio Físico x Negócio Digital

Entenda abaixo cada vantagem que você terá ao criar um negócio digital baseado em Marketplace em comparação à expandir o seu negócio físico da maneira tradicional. Mas já te adianto que criar um negócio digital exige menos custos e maior eficiência em comparação à expansão offline.

.

1. Contratar Pessoas x Conectar Pessoas

Quando você pensa em expandir o seu negócio físico, provavelmente você terá que contratar mais pessoas para conseguir atender mais clientes, certo? E isso significa mais custos fixos e carga de impostos mais alta, sem garantia que o seu negócio irá vender e alcançar clientes conforme as metas que você imagina.

Porém o mesmo não acontece em um negócio digital baseado em Marketplace, pois ao invés de contratar pessoas, você apenas conecta as pontas. Em um Marketplace, você tem diversos vendedores ou prestadores de serviços de um lado (Oferta) e clientes finais do outro (Demanda), e o seu trabalho é apenas conectar as partes, sem a necessidade de contratar mais pessoas para expandir.

Ou seja, o Marketplace é um negócio exponencial e escalável, pois seus custos não crescem na mesma proporção que a sua receita. Nesse tipo de modelo o seu faturamento cresce sem necessariamente contratar mais pessoas e ter maiores custos fixos. Para ficar claro, é só pensar que o Uber não tem milhares de motoristas contratados, pois apenas conecta motoristas com clientes finais.

.

2. Marketing Físico x Marketing Digital

Quando você empreende um negócio físico, você normalmente faz um marketing offline, com panfletagem, banners, comunicação no ponto de venda, e anúncios em mídias locais. Claro, você também pode investir no Google e no Facebook e atrair pessoas para conhecer o seu negócio físico ou para você prestar o seu serviço, mas ainda assim está restrito à sua cidade muitas vezes.

Agora se você está criando um Marketplace, que é um negócio digital, a sua possibilidade de alcançar usuários de outras cidades, estados e até mesmo países usando Marketing Digital é muito maior, pois você pode ter uma rede de vendedores ou prestadores de serviços em qualquer cidade, com a sua plataforma.

Além de alcançar um número maior de clientes, o Marketing Digital permite medir cada campanha e ação de marketing muito mais facilmente, pois existem ferramentas que controlam cada interação do usuário e permitem extrair métricas que informam o quê está dando certo ou não, para que você possa otimizar suas campanhas e cada vez alcançar mais pessoas investindo menos, diferente das mídias offline e tradicionais de comunicação.

.

3. Estoque Próprio x Estoque de Terceiros

Como o Marketplace é um Shopping Virtual, o dono do Shopping não é o responsável pelo estoque de produtos dos seus lojistas, correto?

Então ao invés de você ter que comprar um número maior de produtos, para ter em estoque e se preparar para o crescimento tendo que investir antecipadamente em produtos que você não sabe se realmente vão vender na velocidade que você espera, em um Marketplace você pode contar com o estoque de terceiros, que são os vendedores cadastrados na sua rede.

O seu vendedor parceiro já tem o estoque de produtos, e você, como dono do Marketplace, não precisa se responsabilizar em administrar esse estoque. Você só precisa atrair clientes para comprar do seu vendedor. É assim que o Mercado Livre trabalha, e dessa forma tem uma quantidade enorme de produtos disponíveis, sem ter nenhum investimento em estoque próprio.

.

4. Logística Própria x Logística de Terceiros

O mesmo acontece quando falamos da Logística. Ao invés de você ter que contratar pessoas para separar os produtos que estão sendo vendidos e enviar para o parceiro logístico para entrega, que seria o caso de um negócio físico, no Marketplace você não precisa se preocupar com isso, pois a responsabilidade de entrega dos produtos é do vendedor parceiro.

É claro que você precisa gerenciar a qualidade com que seu vendedor opera, com relação à prazo de entrega, atendimento ao cliente, e qualidade dos produtos ofertados, mas tendo os vendedores certos na sua rede, o seu esforço diminui e o seu potencial de gerar receita cresce.

.

5. Vender x Intermediar

Em um Marketplace Digital, ao invés de você ter os seus produtos ou depender apenas da sua disponibilidade de tempo para prestar um serviço, são os vendedores quem se responsabilizam pela entrega do produto ou atendimento do serviço anunciado na sua plataforma.

Dessa maneira você apenas intermedia as transações e contratações que acontecem pela plataforma de Marketplace.

Nesse modelo você pode consegue criar um negócio exponencial, pois apenas cuida de criar uma rede qualificada de empresas ou pessoas e conectar com os clientes finais, podendo faturar sobre cada transação de venda/contratação ou uma taxa de mensalidade para o vendedor anunciar no seu Marketplace.

.

6. Abrangência Local x Potencial Global

O mesmo Marketplace que conecta profissionais ou lojistas na sua cidade, pode ser replicado para outros estados e até mesmo países.

Com isso, diferente de um negócio físico que funciona apenas localmente, seja para vender produtos ou para ir até o cliente prestar um serviço, em um Marketplace você cuida apenas de conectar as partes e dessa forma pode expandir a operação para outras regiões facilmente, dependendo apenas de uma boa estratégia de marketing local na região onde deseja atuar.

.

7. Aluguel Físico x Plataforma Online

Em um negócio físico, é comum você ter um custo com Aluguel, e dependendo da localização da sua loja ou escritório, esse aluguel pode custar muito caro.

E quando você precisa expandir seu negócio físico, tem que buscar um novo ponto para alugar para abrir uma nova loja ou armazenar mais produtos em estoque. Ou até mesmo se for uma empresa de prestação de serviços, e a sua equipe de profissionais cresce, também precisa de um escritório maior para comportar a sua expansão.

Mas tudo isso é diferente em um Marketplace Digital, pois ao invés de você ter um custo alto alugando novos imóveis, em um negócio digital você só precisa contratar uma plataforma para hospedar o seu próprio shopping virtual, e oferecer seu espaço para lojistas de toda a internet venderem, e compradores visitarem o seu shopping.

Assim como em um negócio físico onde você pode construir sua própria loja, é possível desenhar e construir do zero uma plataforma de Marketplace. Mas não recomendo você seguir esse caminho, pois construir do zero (seja um imóvel ou uma plataforma digital) leva muito mais tempo (6 meses pelo menos) e exige um investimento inicial muito maior (em torno de R$30 mil à R$50 mil).

Então ao invés de construir do zero, sugiro que você contrate uma plataforma pronta que funcione no modelo de mensalidade paga conforme o uso (similar à um aluguel de um imóvel físico).

Dessa forma você economiza tempo e dinheiro, pois o próprio Ideia no Ar é uma Plataforma de Marketplace completa que você pode alugar a partir de R$800 por mês em poucas semanas ela já está online, pronta para operar. E tudo isso é feito com a ajuda da nossa equipe que conta com experiência lançando mais de 200 negócios digitais desde 2013.

Outra vantagem desse modelo é que você consegue empreender um negócio digital mesmo sem nenhum conhecimento em programação, tendo todo o suporte técnico e de negócios de uma equipe especializada no modelo de Marketplace.

Você pode agendar uma reunião clicando aqui para entender melhor como podemos te ajudar a expandir o seu negócio mais rápido e barato criando a sua própria Plataforma de Marketplace.

.

Conclusão

Expandir um negócio não é uma tarefa fácil, mas se você tem um negócio físico e busca investir menos tempo e dinheiro na sua estratégia de expansão e usar todo o potencial que um negócio digital oferece em comparação à um negócio tradicional, acredito que criar o seu próprio Marketplace é mais eficiente do que contratar mais pessoas e alugar novos espaços físicos para crescer sua empresa.

Na era da tecnologia e da economia compartilhada, você também pode adotar as mesmas estratégias que empresas como Uber, Airbnb, Mercado Livre, Amazon, Ebay, OLX, Elo7, AliExpress, Enjoei, Buscapé e tantas outras usaram para crescer seus negócios criando uma rede de vendedores ou prestadores de serviços e apenas intermediando o negócio entre eles, ou seja, criando seu próprio Marketplace.

Caso tenha interesse em saber mais como essa estratégia se aplica ao seu negócio, solicite uma consultoria gratuita que vamos te ajudar a implantar o seu Marketplace.

Luis Ribeiro

Publicado por:

Luis Ribeiro

Veja também

Acompanhe nossos materiais e conteúdos, para aprender tudo sobre como criar seu próprio marketplace de nicho, seja para escalar sua empresa ou monetizar sua base de vendedores e clientes.