Vídeo Marketing: Entenda porque uma startup deve investir em vídeos para internet

Por: Ideia no Ar . Publicado em:31/10/2019

Negócio digital

Vídeo Marketing

Falando de uma forma simples, vídeo marketing é fazer uso de vídeos como uma estratégia de marketing. Mas ele não é somente uma forma de mostrar algo para alguém. Ele ajuda a direcionar estratégias, além de economizar o budget de marketing, diminuindo o custo de aquisição de cliente.

Sim, campanhas em vídeo podem diminuir o custo de aquisição de clientes. Só isso já seria um ótimo motivo; mas, além disso, startups estão usando o vídeo como uma nova ferramenta de estratégia.

Foi nesse contexto que procuramos a startup que tem chamado atenção no campo das media-techs, a Muvier – plataforma para produção de vídeos em escala.

O Muvier usa a Plataforma Marketplace do Ideia no Ar e seus fundadores conversaram um pouco com a gente sobre os insights do mercado de vídeos e sobre como outras startups estão usando o vídeo marketing em suas campanhas. Veja mais no artigo abaixo.

“Hoje, vídeo é para todos os negócios, vemos isso no nosso dia-a-dia” – Renata Cezaretto, COO do Muvier 

Hoje, o vídeo tem a mesma importância no digital que o comercial teve na televisão. Já foi o tempo em que apenas grandes marcas poderiam produzir campanhas em vídeo.

Nos últimos anos, as etapas de produção e finalização passaram por mudanças drásticas, o caminho para a realização do vídeo profissional se encurtou e, com isso, seu preço se tornou acessível.

Em toda parte do mundo a gravação, edição e finalização são feitas com o uso de softwares especializados com melhores custos do que há 20 anos. Nessa nova fase, as imagens são produzidas por câmeras profissionais compactas e com resultados excepcionais.

Vale dizer também que a internet proporcionou um ambiente democrático para exibição de anúncios. Para fazer uma publicidade para a TV aberta, grandes marcas investem fortunas em produção e veiculação. Já nas redes sociais, na mesma time-line que passa o anúncio de uma grande marca, também passa o anúncio de uma microempresa.

Mas é lógico que, embora o vídeo esteja ao alcance de novas marcas, ainda é necessário fazer algum planejamento financeiro para este investimento, tanto para sua produção, quanto para sua veiculação na internet ou evento. Não é atoa que o vídeo se tornou o principal vetor de crescimento do marketing, no Brasil e no Mundo, e vem liderando o aumento das verbas de anunciantes nos meios digitais. 

Conheça o Muvier: a plataforma completa para abrir concorrência para o seu vídeo. Negocie melhores preços e pague com segurança

Menor custo por clique 

Quando falamos que o vídeo pode economizar o budget e diminuir o custo de aquisição de cliente, estamos falando literalmente do dinheiro que sai do bolso da sua empresa e vai para o bolso do Facebook, por exemplo.

Isso porque o vídeo pode diminuir o custo por clique no seu anúncio: quanto maior for a sua relevância, menor será o custo de entrega. Você já deve ter observado nos seus anúncios do Facebook que existe a pontuação de relevância, certo?

Isso ocorre porque o sistema de entrega de anúncios do Facebook é programado para exibir o conteúdo adequado para cada público. Os anúncios recebem uma pontuação de relevância entre 1 e 10, sendo 10 a mais alta. Essa pontuação é atualizada à medida que as pessoas interagem com o seu anúncio.  Uma alta pontuação de relevância é encarada pelo sistema como um bom sinal.

Então, quanto maior for a relevância do anúncio, menor será o custo de entrega. Segundo o Facebook, as pessoas passam 5x mais tempo assistindo a vídeos do que olhando conteúdo estático no Facebook e Instagram.

Por isso você pode começar a pensar em usar vídeos para compartilhar toda experiência que seu serviço oferece, mostrar seu produto em funcionamento e até veicular toda sua comunicação através de vídeos e assim ganhar mais relevância.

Melhora o ranking de SEO com mais tempo de permanência

Vídeos em buscadores têm uma taxa de cliques (CTR) 41% superiores ao de texto simples e aumentam o tempo de permanência do visitante o site. Todo mundo já sabe que um bom SEO, além de construir confiança e credibilidade, também trás o tráfego orgânico para o seu site, ou seja, será necessário investir menos em anúncios patrocinados para ser encontrado pelo seu cliente.

É importante lembrar que o Google utiliza uma métrica no algoritmo de classificação de pesquisa que é o “tempo de permanência“ que monitora quanto tempo os usuários permanecem em um site depois do clique no mecanismo de pesquisa.

Quanto mais tempo os usuários ficarem na sua página, maior será a sua “Page Authority” (Autoridade da página) para o Google. O Page Authority foi considerado como o fator de SEO número 1, no estudo sobre os Fatores de Classificação do Mecanismo de Pesquisa, de 2014.

Então, além de planejar o conteúdo para SEO e suas técnicas de otimização de textos, é importante incluir vídeos ao seu site.

Muvier – Startup para produção de vídeos. Encontre produtoras de vídeo para a sua empresa com o preço adequado. Comece agora.

Vídeos fornecem dados para Inteligência e Big Data

Os dados são os ativos mais importantes de uma corporação. Hoje mesmo, quantos vídeos você viu ou pelo menos deu uma passada rápida? Eles estão em toda parte. Isso porque, além de ter o poder de engajar o usuário, também fornece dados importantes para o direcionamento das estratégias de BI, através da análise de dados aplicados ao marketing.

Plataformas hospedagem dedicadas aos vídeos como Facebook, Youtube e Vimeo, fornecem dados e estatísticas de usuários que complementam os esforços de pesquisa e, assim, ajudam no posicionamento das marcas na missão de entender seus consumidores, incorporando as informações coletadas às estratégias de comunicação.

Nesse sentido, campanhas online com vídeos ajudam na construção de Insights aprofundados gerados a partir da interpretação de reações produzidas por consumidores, geolocalização, perfil demográfico, por exemplo, permitindo o desenvolvimento de soluções personalizadas que dialoguem melhor com cada cliente, facilitando o processo de venda e fidelização.

A trajetória dos vídeos

Os vídeos já se tornaram febre na internet, em diferentes plataformas como YouTube, nas redes sociais (stories, IG TV, posts), e-mails, WhatsApp e em vários outros veículos. Sem contar o tempo que passamos assistindo à Netflix.

E não é só isso: empresas e pessoas passaram a fazer os próprios vídeos, na maioria das vezes sem nem mesmo a necessidade de contratação de uma agência.

Hoje existem vários aplicativos que ajudam a fazer vídeos com uma aparência profissional para a sua empresa, basta ter paciência e uma boa conexão com a internet.

Conheça o Muvier – plataforma para contratar serviços de produtoras de vídeo. Negocie diretamente com videomakers profissionais e pague com segurança

Os tipos de vídeos mais procurados por startups

Sem dúvida, o vídeo mais buscado por startups são os vídeos explicativos em animação, com aproximadamente 50 a 60 segundos. Estes vídeos são usados para explicar produtos ou serviços na internet ou estande de evento. Também são usados para mostrar como a startup resolve a dor do seu cliente e seus valores.

Estes vídeos contam com ilustração, locução e trilha, além do trabalho de um redator profissional que saberá direcionar o texto para o seu público alvo. Em geral, é a primeira experiência de vídeo que uma startup terá.

Observamos preços negociados por produtoras, entre R$500 e R$5.000. Essa diferença varia entre regiões do Brasil e o gabarito do profissional de vídeo, que pode ser visto em seu portfólio de vídeos.

Receba diferentes propostas de vídeos em animação

Para startups mais “maduras” vemos dois tipos de vídeo sendo procurados: o vídeo institucional e o vídeo de produto. Estes dois tipos de vídeo envolvem gravação de imagens, depoimentos ou locuções, câmeras e iluminação profissional.

O institucional procura mostrar o lado humano da empresa. E o vídeo de produto busca demonstrar a experiência do usuário interagindo com produtos.

Vídeos de um minuto cumprem bem o seu papel na internet ou stand de evento, é um tempo adequado para quem quer otimizar verbas de produção. Vimos boas produções de vídeos com gravações a partir de R$3.000 até R$15.000, dependendo do tempo e dos desafios envolvidos na produção.

Comece agora, solicite orçamentos de vídeo institucional para internet

Não há mais limite de tempo e nem um único objetivo. Vídeos podem ser veiculados em uma infinidade de canais como sites, blogs, WhatsApp.

Assim, você pode fazer vídeos com objetivos e conteúdos específicos para cada ação, não apenas de venda (por exemplo: informativos, entrevistas, branding, avaliações ou demonstrações de produtos, depoimentos). E é possível que a sua startup invista relativamente pouco em video marketing, mas obter resultados significativos.

consultoria gratuita sobre marketplace B2B para empresas
Ideia no Ar

Publicado por:

Ideia no Ar

Veja também

Acompanhe nossos materiais e conteúdos, para aprender tudo sobre como criar seu próprio marketplace de nicho, seja para escalar sua empresa ou monetizar sua base de vendedores e clientes.