Desenvolvimento de Startups

Startup Sprint: Como testar e validar ideias em 5 dias

startup-sprint

O Termo Sprint é muito comum no ambiente de desenvolvimento de software ágil e nesse contexto significa um ciclo de trabalho curto feito para entregar uma parte do software funcional.

Mas esse termo é originalmente utilizado no esporte, onde um Sprint é uma arrancada/largada em uma corrida de atletismo por exemplo.

Como vivemos em um ambiente cada vez mais dinâmico, que muda com alta velocidade e vence quem se adapta mais rápido à essas mudanças, essa palavra Sprint se tornou cada vez mais comum em negócios e principalmente em Startups, que precisam descobrir e validar sua ideia de negócio antes que seja tarde demais.

Esse post é para entendermos melhor como aplicar o Sprint em validação de ideias para que em um curto espaço de tempo seja possível identificar se estamos indo para o caminho certo com o produto/serviço, ou se é necessário fazermos ajustes para alcançar o resultado esperado.

Observação: essa metodologia foi criada por Jake Knapp, criador do processo de Sprint utilizado no Google Ventures e compartilhado no livro “Sprint: How to solve big problems and test new ideas in just five days”.

.

Porque usar um Sprint para validar sua Startup?

Antes de entender a estrutura, vamos entender o porquê das coisas.

O motivo principal está relacionado ao tempo: quanto antes você descobrir se está construindo algo que as pessoas realmente precisam, antes você começa a faturar e fazer seu negócio viável. Se isso não acontece, você pode estar perdendo seu dinheiro ou o dos seus investidores e isso não é nada bom.

Já sabemos que tempo é dinheiro, como falamos nesse post aqui. Então eu te pergunto:

1. Você prefere desenvolver um produto gastando seu tempo (dinheiro), por vários meses ou até anos, e investir milhares de reais, para descobrir após todo esse tempo que esse produto não resolve um problema real e as pessoas não precisam dele? Ou

2. Você prefere descobrir em 5 dias se as pessoas realmente tem o problema que você acha que elas tem e a solução que você idealizou resolve esse problema?

Se você disse SIM para a segunda pergunta, então pode continuar a leitura, que o Sprint pode te ajudar.

.

Estrutura do Sprint de Validação de uma Startup

O Sprint como falamos, é um ciclo curto de trabalho. Esse ciclo pode ser equivalente à um período do dia (4hrs), um dia inteiro, uma semana, um mês, enfim, é você quem determina o tamanho do seu ciclo.

Não sabe como tirar suas ideias do papel? Faça download do nosso guia de lançamento de startups.

Normalmente em software o tempo utilizado é de 15 dias para cada Sprint. Para validar sua ideia, o Startup Sprint recomendado é de 5 dias, conforme a estrutura abaixo:

.

Segunda-feira

O foco é trabalhar no problema que você acredita que seu usuário tem. Deve ser o principal problema, aquele que causa mais dor no seu usuário. Aquele problema que se você resolver, o usuário já pagaria pela solução.

Nesse dia, além do time da startup envolvido na discussão, convide especialistas externos para aconselhar sobre o problema que desejam resolver. Essas pessoas vão trazer uma visão diferente do que a equipe está considerando, e pode abrir a cabeça do time.

Use um quadro branco para desenhar fluxos de usuário, cenários de uso, para identificar exatamente em qual momento o seu usuário percebe o problema e para o time entender qual problema será o foco, pois em um cenário de uso, seu usuário pode ter diversos problemas, sendo uns mais importantes e outros menos.

.

Terça-feira

O foco do segundo dia é levantar possíveis soluções diferentes para o mesmo problema. Essas soluções são apenas desenhadas no papel ou no quadro branco, pois ninguém deve começar a construir nada ainda.

A ideia é apenas focar em analisar os benefícios e desvantagens de determinadas soluções.

Cada membro da equipe estrutura a sua própria solução e depois compartilha com a equipe, que trará os feedbacks. Isso é importante para que várias soluções sejam desenhadas ao mesmo tempo, ao invés da equipe decidir por uma potencialmente melhor desde o início e podar as ideais do restante do time.

Apesar dos feedbacks acontecerem, não deve ser descartada ou adotada nenhum solução nesse dia ainda. Isso será tarefa da quarta-feira.

.

Quarta-feira

Esse dia é dedicado à escolher uma das soluções e colocá-la em hipóteses testáveis frente aos usuários.

A solução resolve realmente o problema? Como ela será testada com os usuários na prática no quinto dia do Sprint? Será viável construir um protótipo dessa solução com baixo custo e em apenas 1 dia?

O time precisa chegar em um consenso e fazer uma análise altamente crítica de cada solução e como ela pode virar um protótipo que resolve o problema do usuário.

.

Quinta-feira

Finalmente chegou o dia de construir. Até agora a equipe teve que segurar a ansiedade e nos 3 dias que se passaram, não construiu nada, nenhuma peça de design, nenhuma linha de código, nem tocou no notebook.

Mas o quinto dia é exclusivo para construir o protótipo, então é mão na massa. Com base na solução escolhida, faça um protótipo capaz de simular a interação do usuário com a solução e resolver o problema proposto, mesmo que parcialmente.

Use ferramentas que simplificam o trabalho e faça o melhor MVP da sua solução que conseguir em um dia.

IMPORTANTE: O MVP precisa estar construído e testado até o final do dia. Se você deixar para testar seu MVP apenas na sexta em contato com os usuários reais, algo pode dar errado e você perderá seu Sprint.

.

Sexta-feira

Chegou o grande dia. Agora é hora de testar a solução desenvolvida com pessoas reais e validar se a solução resolve um problema real delas.

Para isso, agende anteriormente entrevistas com pessoas reais que você não conhece (não são amigos próximos, nem familiares ou parceiros da startup). Para atrair essas pessoas, ofereça algum bônus ou desconto no seu produto/serviço.

O teste deve ser gravado e transmitido simultaneamente para a equipe. Faça a entrevista em uma sala com uma câmera e em outra sala ficará o restante da sua equipe observando a reação das pessoas e anotando tudo o que for crucial para entender se a solução está sendo efetiva, se precisa de ajustes, em quais momentos, etc.

O número 5 é mágico nesse momento. Faça pelo menos 5 entrevistas presenciais. Não faça menos do que isso e mais do que 5 pode ser perda de tempo, pois com 5 você já consegue identificar os padrões nos comportamentos dos entrevistados.

Após as entrevistas terminarem, reúna a equipe e discuta os aprendizados. O que deu certo, o que deu errado, novas informações que não imaginavam antes do teste… E agora é o momento de se perguntar: O problema existe e é importante para os usuários? A solução proposta resolve o problema? Podemos começar a construir um MVP de alta fidelidade? Ou temos que testar outras soluções antes de continuar?

facebook

 .

Papéis do Sprint

Para a realização do Sprint é importante que sejam assumidos alguns papéis conforme abaixo:

Decisor: É o responsável por tomar a decisão final nos momentos em que a equipe está com dúvida sobre qual caminho seguir durante a execução. Normalmente é o CEO ou o Diretor/Gestor do negócio.

Alguém que realmente pode assumir a responsabilidade e levar esse produto/serviço pra frente, pois não adianta nada um Sprint que só tem funcionários e depois ao apresentar ao chefe, ele não concorda com o que foi feito.

Especialistas: A diversidade é ingrediente chave para o sucesso do Sprint, então recrute especialistas em áreas diferentes como: Finanças, Marketing, Atendimento ao Cliente, Desenvolvimento de Software, Design.

Apenas 1 de cada uma dessas 5 áreas é o suficiente, pois seu time precisa ter 7 pessoas ou menos (e ainda falta falar de um papel), pois mais pessoas do que 7 fica difícil de gerenciar e focar no que precisa ser feito.

E essas pessoas não tem que ser necessariamente parte da sua Startup ou seus sócios. Se o seu time ainda é pequeno, apenas você e seu sócio, convide pessoas externas para participar do Sprint com vocês. No melhor dos casos esse convidado pode se interessar pela ideia e querer fazer parte.

Facilitador: Esse é um papel indispensável, assim como o Decisor, pois é o Facilitador quem controla os tempos de cada atividade, ajuda a equipe a ter foco no que precisa ser feito no dia, deixa cada regra muito clara e cobra o cumprimento delas na execução, além de facilitar uma decisão que precisa ser tomada delegando para o Decisor, mas deixando a equipe discutir no tempo certo para trazer ideias relevantes para a mesa.

.

Ingredientes-chave de um Sprint

Pressão: Os 5 dias parecem pouco tempo, e a pressão de construir e apresentar algo na sexta-feira para usuários reais que você não conhece aumenta ainda mais a adrenalina.

Foco: Para fazer esse Sprint acontecer de verdade, a orientação é que você e todos da equipe desmarquem seus compromissos no horário das 9hrs até às 17hrs. Não façam reuniões e nem usem smartphones ou notebooks durante esse horário nos 5 dias do Sprint.

O único dia que permite tecnologia é a quinta-feira para construção do protótipo. Todos os outros dias a equipe deve manter o foco nas atividades e usar apenas o quadro branco, canetas e post its.

Diversidade: Como falamos acima, a diversidade da equipe é importante, assim como trazer experts Externos na segunda-feira e pessoas reais na sexta-feira. Tantas visões diferentes ajudam a trazer realidade para a sua ideia, diminuindo as chances de construir algo que ninguém queira.

.

Conclusão

Se você chegou até aqui depois de ler tudo que estava escrito acima, considere-se persistente e disciplinado, porque o texto é longo e a maioria das pessoas apenas rolariam o scroll passando pelas palavras-chave.

Isso indica que você está no caminho para executar seu primeiro Startup Sprint, pois ele vai exigir foco e disciplina nos 5 dias. Mas os resultados e a experiência que vocês vão adquirir, com certeza vão compensar. O que levaria meses para descobrir, você fará em 5 dias bem investidos.

Quer se aprofundar mais nessa metodologia? Leia o Livro.

Você acha que o Startup Sprint serve apenas para quem está em fase inicial da ideia? Experimente fazer um Startup Sprint para validar uma nova feature no seu produto e depois me diga o resultado.

Quer saber mais sobre Sprints de Validação e de Desenvolvimento de Software? Marque uma conversa com o Ideia no Ar.

Deixe seu comentário