Business Design

Canvas: como definir o modelo de negócio da sua startup

modelo-de-negociooss-min

 

O que é Canvas ?

O Canvas é uma ferramenta que tem como objetivo definir o modelo de negócio da sua startup, ou seja, descobrir como estruturar todas as atividades necessárias para gerar valor aos seus clientes e lucro para o seu negócio.

Ele é composto por 9 elementos: segmento de clientes; proposta de valor; canais; relacionamento com clientes; fontes de receita; recursos principais; atividades-chave; parcerias-chave e estrutura de custos.

Neste breve tutorial vamos explicar rapidamente cada um destes elementos e fornecer algumas dicas para você construir seu Canvas de modelo de negócio.

Vale também dizer que na primeira vez que você fizer o Canvas, cada bloco irá reunir as principais hipóteses do seu negócio, pois muitos dos itens ainda serão “achismos” e opiniões.

Neste caso cabe a você transformar estes “achismos” em fatos o mais rápido possível, validando na rua cada uma das hipóteses.

.

como preencher o canvas

.

Os 9 Elementos do Canvas

Segmento de Clientes

No bloco de segmento de clientes você deve indicar quem é seu público-alvo, ou seja, para quem seu produto ou serviço está gerando valor.

Dica: Tente ser o mais específico possível na descrição do seu público: São homens ou mulheres? De que idade? Com qual perfil? Ou são empresas? De que tamanho? De qual segmento?

Proposta de Valor

Sua proposta de valor deve indicar de forma simples qual é o valor que você está oferecendo ao segmento de clientes que você vai atender. Ela deve responder as perguntas: por que meus clientes vão comprar/usar meu produto/serviço ? Qual problema meu produto/serviço está resolvendo?

Dica: Normalmente uma proposta de valor tem relação com alguns atributos como: preço, rapidez, conveniência, marca/status, desempenho, etc.
Canais

Os canais são os pontos de contato que você vai ter com seus clientes/usuários. Você pode dividi-los em:

  • Comunicação: redes sociais, telefone, email etc.
  • Distribuição: correios,  transportadora,  moto-boy etc.
  • Venda: telefone, internet, pessoal etc.

Dica: Os canais são muito importantes pois representam como seus clientes vão conhecer seu produto/serviço, como vão comprá-lo e como vão recebê-lo.

Relacionamento com Clientes

Descreve o tipo de relação que você terá com seus clientes. Podem ser:

  • Pessoais: com interação humana, como ocorre em uma loja, por exemplo;
  • Self-service: seu cliente consegue fazer tudo por conta própria;
  • Automatizadas: um tipo de self-service automatizado.

Também é indicado que você defina ações de relacionamento com clientes pensando em 3 objetivos:

  • Atrair: ações para atrair usuários/clientes;
  • Manter: ações para manter estes usuários/clientes ativos;
  • Aumentar: ações para gerar escala e atrair ainda mais usuários/clientes ou para vender mais produtos e serviços para os mesmos clientes (up sell).

Dica: o tipo de relacionamento deve ser o mais adequado ao seu público e não o mais “bacana” ou “moderno”.

Fontes de Receita

Traduz como sua startup vai gerar receita. Será vendendo um produto/serviço? Aluguel? Taxa de corretagem? Anúncios/Publicidade?

Dica: Se você ainda não tem certeza de como vai monetizar sua startup, preencha este item com algumas opções e ideias que você já tenha.

Recursos Principais

Descrevem os recursos indispensáveis para sua startup funcionar. Eles podem ser recursos humanos, intelectuais, financeiros ou físicos.

Dica: Se você está em dúvida pode fazer a seguinte pergunta: Se minha startup não tivesse (coloque aqui um recurso da sua startup) ela não existiria.

Atividades-Chave

São as atividades indispensáveis para a sua startup funcionar. Por exemplo, em um restaurante, fazer/cozinhar os pratos é uma atividade-chave.

Dica: Siga aqui o mesmo princípio que usamos no item Recursos Principais.

Parcerias Principais

São a rede de fornecedores e parceiros que vão ajudar sua startup a entregar o valor que ela promete.

Dica: Inclua somente os parceiros que são realmente importantes para o sucesso do seu negócio ou que seja responsável por uma atividade-chave.

Estrutura de Custos

Descreva os principais custos e despesas que você terá com sua startup, sejam eles fixos ou variáveis. Lembre-se de que quase todos os outros itens do canvas geram custos, até mesmo as fontes de receita (taxa do cartão de crédito, por exemplo).

Dica: Não tem problema se você não souber os valores exatos na primeira vez que preencher o canvas. O importante é já pensar em todos os custos que sua operação vai gerar.

.

business model sem enrolação

.

Como Preencher Seu Canvas

Aqui no Ideia no Ar utilizamos o Canvanizer para preencher o Canvas.

Através do Canvanizer você pode criar seu Canvas online e compartilhar com sua equipe, ou até mesmo com mentores e assessores de negócios que poderão analisar e tirar todas as suas dúvidas.

Link para o site do Canvanizer: canvanizer.com/new/business-model-canvas

Exemplos: Conheça o Canvas de Algumas Startups

Para que fique ainda mais claro para você como preencher e como funciona, veja nos links abaixo o Canvas de algumas startups:

Deixe seu comentário