Business Design

Business Design de Startup: afinal de contas, o que é isso?

business-design

No início deste ano não sabia ao certo dizer o que é Business Design de Startup, mas ao mesmo tempo sabia que não era através de um planejamento estratégico e planos de negócio que conseguiria resultados com startups.

Não quero menosprezar a importância de análises SWOT, Matriz BCG, BSC e outras ferramentas usadas por muitas empresas. Mas Startups têm características peculiares, e o trabalho de business design nesse caso também tem peculiaridades.

Sabemos que as incertezas do mercado são comuns a qualquer empresa, mas a velocidade da inovação somada ao desconhecimento das necessidades dos usuários/clientes (principalmente devido a falta de dados, informações confiáveis e resultados de negócio) exigem uma nova forma de pensar para definir estratégias. Ou se você preferir, para fazer o business design.

A famosa expressão de Steve Blank, “get out of the building“, me faz pensar que o que ele espera é uma mudança de mindset nos empreendedores de Startup.

Ir para a rua é muito mais do que sair perguntando para o cliente o que ele quer e assim validar uma ideia que tivemos dentro da “caixinha”. Ir à rua é observar, é questionar. Se você faz isso com cuidado aos detalhes poderá gerar ideias com real potencial de inovação. Isto tem mais a ver com fazer, medir e aprender independente de estar dentro de um escritório ou na rua. É uma mudança de postura empreendedora.

Ainda muito abstrato? Pra mim também era.

O Que é Business Design de Startup?

business-design

Desde janeiro, quando iniciei meu trabalho aqui no Ideia no Ar, passei por uma revisão geral da minha forma de pensar.

Já havia trabalhado com empreendedorismo e apoiado pessoas no desenvolvimento de ideias de negócio e com o business design. Mas agora eu estava encarando um desafio diferente.

Novato no mundo de Startups eu procurei manter minha mente limpa o suficiente para entender tudo com mente de principiante. Não ter vícios de pensamento ou achar que alguma fórmula de gestão pode dar certo com startups foi o que mais me ajudou. Comecei a construir meu conhecimento ouvindo, fazendo, testando, medindo e aprendendo o máximo que conseguia absorver.

Em um mundo de resultados onde entrega-se valor para quem acredita no seu trabalho é preciso ter ferramentas que te apoiem nesta caminhada. Pois bem, munido de coragem, me abasteci de metodologias como: startup enxuta, design thinking e service design; comecei a minha jornada com o Business Design de Startups!

Quer saber como tirar suas ideias do papel? Faça download do nosso ebook gratuito clicando aqui.

Minha Jornada Com o Business Design de Startups

No início de minha jornada utilizando o Business Design de Startup, tive dois desafios principais:

  • #01: Explicar o que é business design e, consequentemente, o que um business designer faz.

Muitos dos empreendedores de Startups que procuravam o Ideia no Ar inicialmente queriam exclusivamente um parceiro de desenvolvimento web/mobile. Aquela velha história: “tenho uma ideia genial, que vai me colocar bem perto do primeiro milhão em pouquíssimo tempo, mas não tenho know-how para programar e lançar minha ideia para testes”.

É neste ponto que entra o trabalho de mudança de mindset que o business designer se propõem.

O objetivo é mostrar que o empreendedor tem muito trabalho para fazer antes dos programadores escreverem a primeira linha de código.

  • #02 Desafio: eu, como business designer, encaro a árdua missão de mostrar para o empreendedor que sim, é possível fazer isso sem ter a solução web/mobile no ar. Como? Modelando o negócio!

canvas

Modelando o quê?

Imagine um designer de móveis. Geralmente não é ele que executa o projeto, essa missão pode ser atribuída à indústria, marcenarias ou artesãos. O mesmo acontece com o business designer. Ele modela a estratégia de negócio junto com o empreendedor, mas quem executa e operacionaliza é a equipe da Startup.

Alguns me perguntavam: “Então você é um consultor?” Não, por que modelar um negócio é muito diferente de dar consultorias do tipo “faça isso que terá sucesso”, que muitas vezes são as respostas que procuramos em consultores. No processo de business design o objetivo principal é facilitar o processo de aprendizagem e validação de ideias do empreendedor a fim de definir o melhor modelo de negócio para suportar a solução/produto/serviço que será oferecido.

Os 3 Componentes-Chave de um Negócio

mesclando-modelos-de-receita

Em uma curta experiência, porém rica em aprendizado, percebi que um negócio é formado por três componentes chave: O EMPREENDEDOR, o NEGÓCIO e a SOLUÇÃO (no nosso caso web/mobile).

Muitas pessoas ainda acreditam que um bom produto web/mobile pode ser suficiente para obter sucesso, seja financeiro ou em plataforma de usuários.

O que temos visto é que apenas isto não é sempre suficiente. Trabalhamos em parceria com muitos empreendedores competentes que pensaram uma solução excelente e que funciona perfeitamente, porém o modelo de negócio não é sustentável. Resultado? A Startup não decola.

Em outros casos a solução (web/mobile) foi entregue, o modelo de negócio está “redondo” para ser testado mas os empreendedores não se entendem, não conseguem definir seus papéis e colocar na prática as estratégias definidas. Mais uma vez a Startup demora para tracionar e ganhar escala. Por quê? Perfil empreendedor e gestão ineficaz da equipe.

Por isso encontramos no business design uma alternativa de trabalhar o perfil do empreendedor e o modelo de negócio antes de escrever qualquer linha de código.

Os resultados já vêm sendo colhidos em startups que validam suas ideias através de MVPs no formato de landing page ou outras de MVP Concierge (onde a proposta de valor é entregue de forma manual – off-line). Nos próximos posts compartilharemos alguns desses casos aprofundando em etapas e como foi feito. Caso tenha interesse, clique aqui e se cadastre para receber os próximos artigos.

Espero ter esclarecido um pouco mais sobre esse novo papel que vem surgindo no mundo das startups e que, principalmente, tenha despertado insights e reflexões em quem chegou até aqui!

Obrigado e seguimos lançando!

Quer saber como tirar suas ideias do papel? Faça download do nosso ebook gratuito clicando aqui.

Deixe seu comentário